Com novos projetos, Energia Heliotérmica avança na Australia

Para a construção de uma nova usina heliotérmica, o Governo federal australiano concedeu ao estado da Austrália do Sul um empréstimo com juros baixos de AU$ 110 milhões (US$ 83,7 milhões). A SolarReserve, desenvolvedora de projetos de energia dos Estados Unidos, teria proposto construir uma usina de 110 MW em Port Augusta, com oito horas de armazenamento.

A nova planta fornecerá produção de energia de base e será um "projeto emblemático para o resto do país", disse Nick Xenofonte, senador pelo sul da Austrália. "O governo prefigurou a última eleição para que construíssem uma usina heliotérmica no sul da Austrália, o que já foi elevado como uma política governamental chave", completou.

O governo sul-australiano deverá anunciar mais detalhes do contrato de compra de energia em junho, de acordo com a Repower Port Augusta, um grupo de relações governamentais de energia renovável, que propôs a construção de seis usinas térmicas solares e 95 turbinas eólicas, para substituir a geração envelhecida de carvão.

Além disso, a Dinamarquesa Aalborg CSP assinou um acordo para entregar um sistema de aquecimento heliotérmico para o projeto de mineração Mackay Sulphate of Potash (SOP), da Agrimin na Austrália Ocidental. O projeto compreende sete habitações que cobrem uma área total de 2.560 quilômetros quadrados.

O aquecimento da água representa 70% das necessidades energéticas no local, de acordo com um estudo recente da Agrimin. "As necessidades de aquecimento de água da Agrimin são adequadas ao uso de energia solar térmica e a empresa deve se beneficiar a longo prazo de uma baixa dependência de combustíveis fósseis", disse Mark Savich, CEO da Agrimin, em comunicado.

Fonte: CSP Today