Energy Journal publica artigos brasileiros sobre Energia HLT

A revista Energy Journal, publicação da editora Elsevier, publicou dois artigos resultantes do programa i-NoPa – Novas Parcerias Integradas. O programa é mais uma iniciativa no conjunto das ações de cooperação acadêmica orientada pela demanda entre o Brasil e a Alemanha numa parceria da Capes com o Deutscher Akademischer Austausch Dienst (DAAD) e a Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ).

O objetivo do programa é poiar o intercâmbio científico entre grupos de pesquisa brasileiros e alemães e a formação de recursos humanos, bem como incentivar a inovação tecnológica no setor produtivo público e privado a partir de resultados de pesquisas desenvolvidas por instituições qualificadas do Brasil e da Alemanha, de modo a contribuir para o desenvolvimento sustentável, nas áreas de "Energia Heliotérmica" e "Tecnologias de Biogás".

O primero artigo, “Modelling CSP in the Brazilian energy system: A soft-linked model coupling approach”, utiliza três ferramentas de planejamento energético -- MESSAGE-Brasil, TIMES-TiPs-B e REMIX-CEM-B -- para analisar as oportunidades que as usinas HLT oferecem ao sistema de energia e ao sistema energético mais amplo do país. O trabalho mostra que a heliotermia pode ser uma opção econômica para cenários de mitigação. O estudo foi desenvolvido pelos autores Rafael Soria, André F.P. Lucena, Jan Tomaschekb, Tobias Fichterc, Thomas Haaszb, Alexandre Szkloa, Roberto Schaeffera, Pedro Rochedoa, Ulrich Fahlb e Jürgen Kernc.

O segundo artigo, “Assessing the potential role of CSP for the northeast power system of Brazil”, destaca a heliotermia como uma alternativa para proporcionar flexibilidade a sistemas de energia. Os resultados mostraram que a hibridização de plantas HLT com biomassa jurema-preta (CSP-BIO) torna-se uma opção de menor custo para o Brasil até 2040, podendo fornecer a flexibilidade que o sistema de energia do Nordeste do Brasil exigirá no futuro. O artigo foi feito por Tobias Fichtera, Rafael Soria, Alexandre Szklob, Roberto Schaefferb, Andre F.P. Lucenab.