Planta heliotérmica inovadora é testada no sul da Espanha

Um consórcio de especialistas, coordenado pelo National Renewable Energy Centre of Spain (CENER), começou a testar os componentes de uma instalação solar inovadora que promete aumentar consideravelmente a eficiência e reduzir o custo da eletricidade das tecnologias heliotérmicas.

O projeto começou em maio de 2015 e deve seguir por mais quatro anos, até abril de 2019. Os testes de protótipos de receptores solares começaram em novembro de 2016. A instalação de teste escolhida é a Plataforma Solar de Almería, uma área de pesquisa solar bem conhecida no sul de Espanha, onde já está disponível toda a infraestruturas necessárias para a validação do conceito, como uma torre experimental e um campo de helióstatos.

O desenvolvimento deste novo conceito de planta solar é um dos principais resultados esperados do projeto CAPTure (Competitive Solar Power Towers), que recebeu financiamento do Horizon 2020 Framework Programme, da União Europeia. A CAPTure está desenvolvendo todos os componentes-chave para a configuração da planta proposta.

A configuração inovadora baseia-se numa abordagem de torres múltiplas com ciclo solar combinado desacoplado (DSCC), que não só aumenta a eficiência do ciclo mas também evita cargas parciais ineficientes, maximizando assim a eficiência global, a confiabilidade e a capacidade de fornecer energia a qualquer momento.

"Estamos contentes que Comissão Europeia esteja permitindo demonstrar esta nova configuração de instalação heliotérmica", afirma o Dr. Fritz Zaversky, coordenador do projeto da CENER. "Esperamos que nossos resultados aumentem a eficiência geral das energia solar concentrada e, ao mesmo tempo, a competitividade desta tecnologia no mercado de energia".