Dubai lança o maior projeto de energia heliotérmica do mundo

A DEWA -- Dubai Water and Electricity Authority -- anunciou o maior projeto de energia heliotérmica do mundo, com cinco instalações, localizado dentro do parque solar de Mohammed Bin Rashid Al Maktoum. A primeira fase do projeto deve ficar pronta entre o fim de 2020 e o começo de 2021, e deve gerar até 1.000 MW de energia. Até 2030, ela deve ter cinco vezes mais capacidade – o que deve ser o suficiente para aumentar em 25% a capacidade de produção de energia do emirado.

A nova usina faz parte de um projeto de Dubai de transformar a energia solar em principal fonte de energia do emirado até 2050. Vai começar com 7% em 2010, seguido de 25% em 2030 e 75% em 2050.
Para isso, foi lançado um concurso para que consultores internacionais apresentem uma proposta de serviços de consultoria para a primeira unidade de 200MW. A instalação será concluída no final de 2020 ou início de 2021, dependendo do contrato.

O projeto global será desenvolvido em um modelo de construção e operação com duração de 25 anos. Nesse período, A DEWA reterá 60% da receita. "Vamos decidir o vencedor com base na menor oferta", disse Al Tayer, CEO da DEWA, a repórteres. Enquanto as taxas atuais para a heliotermia giram em torno de 15 centavos por quilowatt-hora, a DEWA espera receber ofertas de cerca de 8 centavos.

"Temos o prazer de assinar o acordo de compra de energia com a Abu Dubai Future Energy Company para produzir 800MW com base no modelo de Produtor Independente de Energia para a terceira fase do Parque Solar Mohammed bin Rashid Al Maktoum, um dos maiorsparques solares do mundo, c om uma capacidade planejada de 5.000MW em 2030." , completou Al Tayer.