Australianos batem recorde de eficiência de Energia HLT

Cientistas da Australian National University estabeleceram um recorde mundial de eficiência energética utilizando a tecnologia de Disco Parabólico para a produção de vapor em centrais elétricas. A equipe reduziu pela metade as perdas de energia e conseguiu uma conversão de 97% da luz solar em vapor por meio de um novo receptor para discos parabólicos. Este recorde ultrapassa sistemas comerciais em cerca de sete pontos percentuais.

O concentrador solar é o maior de seu tipo no mundo, com cerca de 500 metros quadrados. O objetivo do projeto agora é fazer com que os custos de geração elétrica caiam para 12 centavos de dólar por quilowatt-hora. "Este novo design poderia resultar em uma redução de 10% no custo da eletricidade solar térmica", disse John Pye, da Research School of Engineering, ao veículo Business Insider.

"Quando o nosso modelo de computador nos mostrou a eficiência que nosso projeto alcançaria, nós pensamos que era alta demais", completou Pye. "Mas quando construímos o projeto e o testamos, o desempenho foi incrível."

A equipe da Australian National University já demonstrou interesse comercial no sistema solar térmico. "Estamos conversando seriamente com uma empresa que quer utilizar o nosso novo receptor em algumas aplicações em minas, para o fornecimento de calor e energia para o lugar".

 

No vídeo abaixo, o disco parabólico pode ser visto em funcionamento: