Capacidade instalada de HLT aumentou para 4.940 MW em 2015

De acordo com estatísticas do Centro de Pesquisa chinês CSP PLAZA, a capacidade mundial instalada de energia heliotérmica teve crescimento estável em 2015, crescendo 421 MW em relação a 2014. Hoje, a capacidade instalada mundial total é de cerca de 4.940,1 MW, aumento de 9,3% em relação ao final do ano passado.

Os grandes responsáveis pelo aumento da capacidade total instalada foram os Estados Unidos, o Marrocos e a África do Sul, que inauguraram novas usinas no ano passado. Itália e China também tiveram participação nesse resultado, ainda que pouco expressivos.

O maior aumento da capacidade instalada foi no Marrocos, com aumento da capacidade de 160 MW, graças à usina Noor, uma planta de calha parabólica construída na segunda metade de 2015.

Em segundo lugar está a África do Sul; o mercado do país africano fez um grande progresso em 2015. KaXu Solar One, com capacidade de 100 MW, começou a ser operada em março de 2015; e Bokpoort, com capacidade de 50 MW, foi oficialmente colocada em operação em dezembro de 2015. Além disso, outros projetos estão sendo construídos ou estão previstos para os próximos anos.

A construção de maior relevância no mercado estadunidense é a Crescent Dunes, usina de torre solar que utiliza sal fundido como fluido térmico e capacidade de 110 MW. Embora se diga que esta planta já está na grade elétrica americana desde o quarto trimestre de 2015, ela ainda não foi oficialmente inaugurada.  

A China, por sua vez, teve aumento da capacidade instalada de 300kW, devido ao projeto de demonstração Jiangsu Xin Chen. Não há nenhum outro projeto maior em operação. Para o mercado chinês em 2015, o mais notável é a conclusão da auditoria de projetos de demonstração. Estima-se que o mercado heliotérmico Chinês deva crescer rapidamente em 2016 e 2017, com um crescimento explosivo em 2018.

Para os próximos anos, é esperado que outras plantas heliotérmicas comerciais de grande escala sejam colocadas em operação. Em 2018, a maioria dos projetos heliotérmicos, que somam cerca de 1 GW de capacidade total, estão previstos para serem concluídos.