Climatempo está pronta para fazer P&D em heliotermia

A Vice-presidente da Climatempo, Ana Lúcia Frony de Macedo (foto), fez, no dia 30 de setembro, uma apresentação para os convidados do Dia da Indústria Heliotérmica 2015: energia solar de dia e à noite. Além de apresentar o histórico da empresa, ela mostrou como a Climatempo pode colaborar com a consolidação da heliotermia no Brasil, produzindo medições solarimétricas e análises meteorológicas específicas para a tecnologia.

Macedo explicou que não existem produtos prontos para necessidades específicas. No entanto, a empresa está apta a desenvolver soluções especialmente voltadas para a energia solar heliotérmica, criando, assim, um produto que possa ser utilizada pelos inúmeros players nesse mercado. Ela afirmou ainda que a Climatempo “está pronta para entrar com pesquisa e desenvolvimento na chamada publica da ANEEL”.

A meteorologia aplicada à energia solar mostra que, no Brasil, durante todo o ano, a presença de nuvens é relativamente baixa, mesmo nas regiões mais úmidas. A palestrante comparou os mapas de nuvens do Brasil e da Europa, e apontou que, mesmo com presença de nuvens, o velho continente produz energia suficiente para figurar entras as principais fontes na matriz energética. Assim, o Brasil “tem capacidade para produzir mais energia do que qualquer um poderia imaginar”.

Macedo ressaltou que a Climatempo não faz apenas previsões meteorológicas, trabalho pelo qual a empresa é conhecida. A Climatempo Consultoria é uma empresa business to business, que atende diversos segmentos do setor produtivo, como o setor elétrico, construção civil, ciência e tecnologia, pesquisa e desenvolvimento, agricultura, entre outros.