Workshop de energias renováveis é realizado em Goiás

Com o objetivo de estudar oportunidades de negócios na área da Heliotermia e a adoção de ações para a estruturação dessa tecnologia em Goiás, a Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan-GO), promoveu um workshop sobre desenvolvimento de fontes de energias renováveis, em parceria com o Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Energias Alternativas Renováveis (NEAR).

O encontro “Desenvolvimento de Tecnologias de Concentração Solar em Goiás, uma Visão” aconteceu no dia 20 de novembro e contou com a participação de representantes das secretarias de Indústria e Comércio (SIC), Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Sicam), Ciência, Tecnologia e Inovação (Sectec), da Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) e representantes do Projeto Energia Heliotérmica, que faz parte da cooperação Brasil-Alemanha para o desenvolvimento sustentável.

A literatura científica assinala que uma Radiação Direta da ordem de 2.000 kWh/m²/ano é um indicativo de viabilidade técnica para projetos de tecnologias heliotérmicas – ainda que seja recomendada a verificação de dados meteorológicos a partir de estações em terra para minimizar erros de avaliação. A imagem abaixo mostra a irradiação direta normal no Brasil. O estado de Goiás, pelas imagens, recebe uma irradiação direta em torno de 1900 a 2200 kWh/m²/ano; isso é suficiente para concentrar a irradiação solar e gerar calor entre 200°C e 1.000°C.

Para Marcos Costa,  coordenador da componente cadeia de valor do Projeto Energia Heliotérmica  , a reunião com diversas Secretarias do estado de Goiás “mostrou a disposição e o interesse do estado na tecnologia Heliotérmica”. A tecnologia heliotérmica pode ser utilizada em processos industriais ou para gerar eletricidade, e “o estado de Goiás tem um bom potencial de irradiação solar e uma indústria que cresce mais que a média do país: boas condições para aplicações heliotérmicas.”

O workshop pode ser visto como o desdobramento técnico de uma reunião anterior, realizada por representantes do Projeto Energia Heliotérmica com os secretários da Indústria e Comércio (SIC) e da Gestão e Planejamento (Segplan). Segundo Victor Salomão de Pina, gerente de Desenvolvimento em Energia Eólica do NEAR-Segplan, os objetivos do encontro são o desenvolvimento de uma visão de energia solar heliotérmica, além de estudar oportunidades de negócios na área em Goiás e a adoção de ações para a estruturação dessa tecnologia no estado.